Conheça algumas soluções curiosas baseadas nas funcionalidades das teias de aranha

tecnoligias baseadas na teia de aranha

 

As funcionalidades das teias de aranha são um verdadeiro feito da engenharia natural. Elas são conhecidas por serem muito mais fortes do que o aço, pelas grandes propriedades adesivas e por serem tão flexíveis quanto uma corda de bungee jump. Há alguns anos, cientistas vêm desenvolvendo soluções curiosas inspiradas nos superpoderes das teias. Conheça agora quatro delas:

  •  Colete à prova de balas

Pesquisadores desenvolveram um colete à prova de balas feito à base das funcionalidades das teias de aranha misturadas com seda artificial. O colete foi capaz de repelir tiros disparados de armas calibre 22, mas com a velocidade dos projéteis reduzida. A roupa, no entanto, continha apenas 4 camadas de material, enquanto que um colete normal conta com 33 camadas de proteção.

  •  Curativos

As teias de aranha podem ser utilizadas como alternativas muito válidas aos curativos tradicionais, graças à sua capacidade de proporcionar uma boa estrutura para a reconstrução da pele e ajudar na regeneração dos tecidos. Além disso, alguns tipos de teia podem apresentar até propriedades antibacterianas.

  •  Ligamentos

Quando um ligamento do joelho se rompe, usa-se o pedaço de um tendão de outra parte do corpo como “matéria-prima” para um novo. Entretanto, uma solução alternativa pode ser a utilização de teias de aranha. Grupos de pesquisa têm trabalhado no desenvolvimento de ligamentos artificiais criados com proteínas da teia que teriam tamanho, formato e elasticidade iguais aos normais.

  • Coletor de água

As teias de aranha também são capazes de coletar a água presente no ar. Pensando nisso, cientistas chineses estão criando grandes redes compostas por fibras que reproduzem a estrutura microscópica das teias, tornando-as capazes de coletar água tanto em locais úmidos quanto em grandes altitudes. A técnica, que já é utilizada na costa dos Andes (América do Sul), poderá ser utilizada em locais afetados por grandes secas.

Você conhece outras tecnologias inspiradas na engenharia natural ? Compartilhe conosco nos comentários!

Artigo escrito por Ricardo Millani

Fontes: Tecmundo e G1

compartilhe

Os aplicativos que facilitam a vida dos engenheiros

3

Os aplicativos de celular já se tornaram parte de nossa rotina, não é mesmo? Seja para saber onde está o ônibus, fazer uma lista de compras, pagar contas e muito mais, é fato que eles facilitam – e muito – nossa vida. No trabalho não é diferente: já existem aplicativos disponíveis para auxiliar quem trabalha nas mais diversas profissões – e com os engenheiros não é diferente.

O blog Respostas Sustentáveis separou especialmente para engenheiros e estudantes de engenharia alguns aplicativos que podem ser usados tanto no trabalho quanto no estudo, auxiliando no dia a dia.

1) AutoCAD 360 (grátis)

Este é um dos aplicativos mais populares para profissionais da arquitetura e engenharia. O AutoCAD 360 permite visualizar, editar e compartilhar facilmente projetos DWG, além de efetuar anotações diversas e trabalhar offline. Com ele, é possível também abrir documentos em formato DXF. O aplicativo está disponível para as plataformas iOS e Android.

2) Graphing Calculator (grátis)

O Graphing Calculator permite converter unidades, desenhar gráficos e utilizar uma calculadora científica. É um verdadeiro coringa para o escritório, faculdade ou ida a campo. Disponível para iOS e Android.

3) Integral Step-by-Step Calculator (grátis)

É uma calculadora de integrais com resolução passo a passo. O interessante deste aplicativo é que ele não precisa de conexão com a internet para funcionar. Disponível para iOS e Android.

4) Phy – Physics Formulas and Calculator (grátis)

Quando for necessário resolver equações complexas, este aplicativo oferece uma boa calculadora científica e conta com mais de 120 fórmulas que cobrem as maiores áreas da física. Disponível apenas para iOS.

5) iCircuit (pago)

Com o iCircuit é possível criar simulações de circuitos. Basta inserir as informações no aplicativo que ele mostra, em tempo real, se tudo daria certo ou não na realidade. Simples de usar, é excelente para estudantes. Disponível para iOS, Android e Windows Phone com preços variados.

Você conhece outros aplicativos interessantes que podem ajudar os engenheiros? Dê sua dica nos comentários.

Artigo escrito por Ricardo Millani

Fontes: Blog da Engenharia e Engenharia Cotidiana

compartilhe

Hologramas: já pensou em interagir com uma imagem projetada?

1Você já deve ter reparado naquelas figuras brilhantes e manchas coloridas no cartão de crédito, usadas para evitar falsificação. São hologramas! A holografia surgiu com o genial Dennis Gabor, engenheiro elétrico e físico, em 1948. Junto com a tecnologia, ela evoluiu muito e permite, inclusive, a projeção de imagens sensíveis ao toque. Parece ficção científica, mas os hologramas vão muito além do que vemos em filmes.

Já não é de estranhar se forem anunciados shows com personalidades como Tom Jobim e Elvis Presley, por exemplo.  Com a holografia, grandes nomes da música podem brilhar nos palcos novamente. Foi o que aconteceu em 2012, quando o rapper Tupac Shakur, assassinado em 1996, surgiu no palco com Snoop Dogg, enlouquecendo a plateia.

Vídeo do show:

Com um projetor 3D, a imagem é exibida em uma superfície reflexiva no chão do palco. A 45 graus desta superfície é esticada uma película transparente que, com um fundo escuro, gera esse resultado. Parece que eles estão cantando juntos quando, na verdade, não passa de jogo de luz. E não é só isso! Produzido na China, o Takee 1 é o primeiro celular com holograma do mundo. Ele tem 4 câmeras e sensores que entendem o movimento do olhar, permitindo a visualização de imagens holográficas sem a necessidade do toque. O mercado está agitado com tantas novidades e testes e, em breve, poderemos interagir com imagens projetadas. Você pagaria mais para ver um show desses ou mesmo para ter um aparelho assim?

Fontes: TechTudo , Olhar Digital e Siemens

compartilhe

Sete maravilhas da engenharia que você precisa conhecer

Você gosta de listas? Então você deve conhecer a lista das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, que continha, entre outras maravilhas da engenharia, o Farol de Alexandria, os Jardins Suspensos da Babilônia e, a mais famosa e a única ainda de pé, a Pirâmide de Gizé, no Egito. A lista foi atualizada em 2007 e incluiu, entre outras maravilhas, nosso belíssimo Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

Mas você sabia que existe uma outra lista de maravilhas da engenharia moderna, só que atualizada para o mundo moderno (vulgo século XX)? Pouco conhecida pelos brasileiros, ela foi criada na década de 1990 e reúne sete feitos da engenharia moderna compilados pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis. Vamos conhecê-los?

11) Eurotúnel

Construído em 1994, o Eurotúnel é uma ligação ferroviária entre a Inglaterra e a França com 50 km de extensão, com 24 deles passando sob o Canal da Mancha. São três túneis, dois por onde passam trens e um túnel exclusivo de serviço.

 

22) Torre CN

A Torre CN é uma torre de telecomunicações, rádio e televisão localizada em Toronto, no Canadá, e construída em 1976. É a terceira maior torre do mundo, com 553,3 metros de altura.  

 

 33) Empire State Building

Quando foi concluído em 1931, o Empire State Building, um ícone de Nova York, era o maior edifício do mundo, com 443 metros de altura e 102 andares. Este posto já foi perdido há muito tempo, mas ele continua sendo um dos edifícios mais altos dos Estados Unidos.

 

4

4) Ponte Golden Gate

A Ponte Golden Gate conecta as cidades de São Francisco e Sausalito, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Aberta em 1937, ela possui 2,7 km de extensão e recebe aproximadamente 41 milhões de veículos por ano.

 

55) Usina Hidrelétrica de Itaipu

O Brasil também tem seu representante na lista: é a usina de Itaipu, na fronteira do Brasil com o Paraguai. Completada em 1984, ela tem quase 8 km de extensão e é a segunda maior produtora de energia elétrica do mundo, com capacidade de 14.000 MW (87,8 milhões de MWh em 2014).

 

6

6) Diques de Contenção do Mar do Norte

A maior parte da Holanda fica abaixo do nível do mar. Para evitar o alagamento das terras, o país é permeado por diversos diques que, por si só, já são grandes feitos da engenharia. A lista reconhece o maior conjunto de obras de aterramento e diques feito no século XX, que separou o Mar de Wadden do lago IJsselmeer e possibilitou a construção de novas ilhas (pôlderes) para uso agrícola e habitacional.

77) Canal do Panamá

O Canal do Panamá é uma via com 77 km de extensão que permite que navios passem entre os oceanos Atlântico e Pacífico com mais facilidade. O canal demorou 10 anos para ser construído (1904-1914) e leva aproximadamente 15 horas para ser atravessado.

 

Você acrescentaria outras maravilhas nesta lista? Quais? Deixe sua opinião nos comentários.

Artigo escrito por Ricardo Millani

Referências: About Wikipedia: Xuiderzee, Empire State, Ponte Golden Gate, Usina Hidrelétrica de Itaipu

 

 

 

 

compartilhe

Cisternas: uma alternativa eficiente para a crise hídrica

Mini Cisterna

 

A cisterna, estrutura que capta a água das chuvas, é utilizada há décadas no sertão nordestino, onde a estiagem dura vários meses do ano. Em tempos de crise hídrica no sudeste do País, a cisterna está se revelando como uma boa opção de economia de água nos estados da região.

Agora, imagine se você pudesse montar sua própria minicisterna em casa sem gastar muito. É exatamente esta a proposta do movimento Cisterna Já, um grupo de cidadãos independentes preocupados com a preservação dos recursos hídricos que criou uma página na web para divulgar à população como captar e reaproveitar a água das chuvas.

No site do movimento é possível encontrar muitas informações, além de instruções para a montagem de um modelo compacto, simples e prático que é conectado às calhas, permitindo assim que a chuva que escorre do telhado não seja desperdiçada e possa ser acumulada para uso doméstico. Segundo o movimento, a água coletada pela minicisterna pode suprir até 50% do consumo de uma residência, o que é muito se considerarmos seu tamanho.

Vale lembrar que a água das chuvas não é potável, pois ela pode conter poluentes e bactérias nocivas à saúde. Porém, ela pode ser utilizada para outras tarefas, como regar plantas, dar descargas no vaso sanitário, limpar o chão e lavar o carro.

Além de ser perfeita para uso urbano, a minicisterna também é fácil de fazer. Veja as instruções detalhadas neste site e assista também a este vídeo, no qual o criador do sistema explica o passo a passo da montagem.

E você, vai montar a sua em casa?

Artigo escrito por Ricardo Millani

Referências: CicloVivo e Instituto Akatu

compartilhe

Carros cheios de tecnologia oferecem mais segurança ao motorista

siemens_veiculosMesmo com todo o apelo sustentável, o transporte com carros e motos ainda prevalece. A impressão que dá, em uma cidade como São Paulo, por exemplo, é que todos estão atrasados o tempo todo e, se bobear, vão passar por cima de você. Em compensação, o apoio da tecnologia tem colaborado para a construção de veículos mais seguros.

Os modelos de luxo saíram na frente, ganhando inovações mais cedo, enquanto os mais populares vêm apresentando novidades aos poucos. Tudo fruto da competitividade. No Brasil, os veículos fabricados a partir de 2014 contam, obrigatoriamente, com airbags e freios ABS de série. E já é possível encontrar, por exemplo, o Sistema City Safety, que permite frenagem automática em caso de risco; o ESP (Sistema Eletrônico de Estabilidade), que detecta problemas no controle do volante; o airbag para pedestres, com sensores instalados no para-choque dianteiro para proteger pedestres de atropelamentos; e o alerta de mudança de faixa, que auxilia e alerta o motorista distraído ou com sono.

No ano passado, o Brasil recebeu o lançamento de um veículo popular, com o sistema SYNC, que faz uma ligação automática para o serviço de emergência 192, do Samu, em caso de acidente, informando a localização e ajudando o resgate.

Que inovação você gostaria de ter no seu automóvel? Alguma ideia diferente das que têm aí? Compartilhe!

Com informações do site Ciências e Tecnologia

As informações da Ford são da assessoria de imprensa.

compartilhe

Conheça 5 inovações sustentáveis da engenharia

siemens_sustentabilidade

Inovação é a palavra da vez e está diretamente ligada à sustentabilidade. O caminho até ela envolve a otimização dos recursos em todas as áreas possíveis para garantir lucratividade e, nessa empreitada, pode-se dizer que a engenharia consegue bons resultados. Não é à toa que já existem cursos relacionando engenharia e inovação, dedicados a estimular a busca criativa por soluções.

 

1. Aqui no Brasil já é utilizada uma técnica que usa formas de alumínio ou aço para “montar” um apartamento ou casa, incluindo a fiação e o sistema hidráulico. Dependendo do tamanho do imóvel, o processo de montagem demora poucas horas e a concretagem pode ser feita no mesmo dia. Após 72 horas, as formas são removidas e o imóvel está pronto;

2 . Outro exemplo é o edifício Al Hamra Firdous Tower, que fica no Oriente Médio, e tem 450 metros de altura. As suas paredes são de vidro e pedra, o que reduz o calor e, consequentemente, o uso de ar-condicionado;

3 . Sabia que existe uma torneira eletrônica para banheiro capaz de gerar a própria energia? Feita em latão cromado, é dotada de microturbina, que gera a energia limpa necessária, mesmo para uso em baixa pressão;

4 . A grelha ecológica (para escoamento de água em caixas sifonadas e ralos) é o primeiro produto feito de Polietileno Verde na América Latina. Ela é feita a partir da cana de açúcar e super durável, além de sequestrar CO2 do ambiente;

5. Com uma impressora 3D de 6 metros de altura, uma empresa chinesa produziu 10 casas de 200 m² em apenas 24 horas. Usando cimento e fibra de vidro, o resultado custa 50% menos do que a construção tradicional.

Qual você gosta mais? Conhece alguma inovação interessante que não está nessa lista?

Com informações do Tec Mundo, Techne, Cbic e A Crítica de Manaus 

 

 

compartilhe

Descubra quais os maiores desafios para a Indústria 4.0 no Brasil

industria 4.0

No primeiro post da série sobre a indústria digital (leia aqui) deu para ter uma ideia de como funciona a Indústria 4.0. Mas, será que são inovações facilmente aplicáveis no Brasil? Para André Felipe, diretor de marketing da Siemens PLM Software para a América Latina, a indústria brasileira não acompanhou a evolução do setor e agora precisa correr atrás do prejuízo.

Países como Alemanha e Estados Unidos estão bem à frente devido aos incentivos governamentais.  No Brasil, por exemplo, a fase inicial da indústria digital já pode ser vista nos segmentos automobilístico, aeroespacial e de petróleo/gás. “O controle da indústria farmacêutica no Brasil também é feito de forma digital”, conta.

Mas, por aqui, há muitos desafios pela frente. André reforça que o país precisa de incentivos e o momento econômico não é favorável.  Mas, não é só isso. “Para implantar a indústria digital é preciso que as áreas conversem, como a de tecnologia e a de engenharia. Isso, normalmente, não acontece”, explica. Outra questão é que as áreas têm um único orçamento e precisam se adequar a ele, deixando, frequentemente, a inovação para segundo plano.

Mas, será que é possível implantar uma indústria 100% digital no Brasil? Ele responde: “É uma questão de sobrevivência. É preciso evoluir, o consumidor está mais exigente, e acho que isso acontece no médio prazo. Tem que haver uma conversa com o poder público. As oportunidades precisam ser analisadas caso a caso, mas é inevitável que isso aconteça por aqui”, enfatiza.

Veja o vídeo:

 

E você, acredita nesta ideia? Compartilhe sua opinião com a gente.

Artigo escrito por Erica Brasil

compartilhe

O cérebro virtual de clínicas e hospitais

Sistemas de informação para hospitaisTodos os dias, clínicas e hospitais no mundo todo recebem milhares de pessoas em busca de tratamento médico. Para atender bem seus pacientes, é fundamental que tudo nestes locais esteja funcionando perfeitamente.

No passado, hospitais e clínicas organizavam manualmente informações financeiras, administrativas e prontuários médicos em pilhas intermináveis de papel, o que consumia muito tempo e nem sempre proporcionava um bom atendimento aos que mais precisavam.

Graças à tecnologia, isso mudou. Os papéis estão sendo trocados pelo Sistema de Informações Hospitalares (SIH), softwares que permitem organizar e visualizar em tempo real todas as informações necessárias para que tudo funcione como um relógio.

Os SIH existem desde os anos 1960 e evoluíram com o tempo e com a própria tecnologia. Hoje, os SIH integram informações relacionadas aos laboratórios, enfermaria, farmácia, radiologia, administração e departamento financeiro em um mesmo programa. Alguns sistemas são tão complexos que permitem visualizar o histórico de doenças, a melhor medicação e até mesmo a dieta mais adequada para cada paciente. Tudo em um clique.

Para os pacientes, o SIH representa mais rapidez, eficiência no atendimento e menor risco de erros médicos. Para os hospitais e clínicas, os benefícios são muitos. Entre eles, menos custos com estruturas defasadas e maior organização administrativa.

A tendência é que, em um futuro bem próximo, estes sistemas sejam a regra em qualquer instalação médica, até mesmo nos países menos desenvolvidos. Assim, todo paciente poderá receber um atendimento de qualidade e um tratamento que melhor atenda às suas necessidades sem burocracia e com muito mais dignidade.

Artigo escrito por Ricardo Millani

Fonte: EMRConsultant

 

compartilhe

5 invenções que parecem coisa de filme, mas já existem

1Já pensou em carregar o seu celular usando a eletricidade, mas sem ligar o fio na tomada? Tecnologias de ponta já estão dando conta do recado. Parece filme futurista, mas não é.

 

Confira 5 invenções bizarras que, dentro de alguns (poucos!) anos, podem não ser mais tão bizarras assim:

 

1 . Lembra dos Jetsons? Eles tinham um robô capaz de executar tarefas domésticas em casa. Um estudo do Instituto Tecnológico da Georgia aposta que, em 10 anos, teremos um também. O desafio dos cientistas é fazer com que eles respondam aos comandos humanos e possam ajudar nas tarefas de casa;

2 . Defensores da causa ambiental, porém, carnívoros, não precisam mais ter crise de consciência. Existe uma carne artificial, criada por cientistas holandeses com a ideia de proteger o meio ambiente, e ela é feita com células-tronco de vacas e porcos;

3 . Ah, o poder de ler a mente! Já tem uma tecnologia prometendo que, em breve, o cérebro poderá ser lido por dispositivos eletrônicos, como smartphones. Por sinapses elétricas, você apagará a luz depois de estar deitado na cama!

4 . Uma bike diferente foi pensada na Universidade de Saarland, Alemanha. A proposta é instalar um sensor sem fio para ativar o freio assim que a borracha do guidão for apertada. E ainda dá para aplicar a tecnologia a outros sistemas de transporte;

5. Sonho de consumo de quem não tem uma tomada do lado da cama: a eletricidade sem fio que usa um dispositivo que carrega aparelhos à distância. Para viabilizar essa ideia, estão sendo realizados estudos que usam a indução magnética.

Qual você escolheria para testar já?

Artigo escrito por: Leticia Ghedin

Com informações da Revista Galileu

compartilhe

Vídeos

Siemens nas redes sociais